Category

Rolê RJ

Category

Vale do Amor – Fuja da rotina e conheça o santuário em Petrópolis

“Vale do Amor é a construção do ponto de encontro entre as diferenças e os diferentes. É a busca da utopia, espaço de convivência da unidade na diversidade.”

Eu amo Petrópolis, e todos os lugares da região serrano do Rj. Já fui algumas vezes na cidade e não que eu encontrasse por lá seria novidade pra mim. Até que um dia, me depeparei com o Vale do Amor, em uma postagem do Instagram. Eu pensei: “Eu tenho que conhecer esse lugar.” 

Bom,  o vale é um santuário com representações cristãs, hindus, budistas e taoistas. É local sagrado/religioso cercado de uma natureza exuberante. Lá acontecem algumas atividades, como yoga por exemplo. O lugar é bem tranquilo e com paisagens lindíssimas. Independente da sua crença, permita-se conhecer o lugar porque vale demais a visita. Eu amei!

Leia também: Rio de Janeiro: 8 passeios gratuitos para você fazerPenedo: O que fazer em um fim de semana na cidade?

O que é o Vale do Amor?

Idealizado por Sérgio Fecher, o Vale do Amor é um lugar espiritualizado, cheio de energias positivas, mais precisamente um santuário ao ar livre, localizado no meio de um vale, a alguns minutos do centro de Petrópolis. Apesar de no local ter várias imagens budistas, hindus e taoistas, o templo é aberto a todas as religiões. Era isso o que Sérgio queria, aqui vocês podem conhecer melhor a história dele.

Igrejinha de Francisco e Clara, Altar de Ganesha, um jardim com o símbolo do Yin-Yang Cachoeira da Umbanda e o Altar de pedra do Buda, essse nas fotos abaixo, são algumas das imagens, representatividade e atrações que você vai encontrar por lá. Independented a sua religião ou a sua crença, você vai amar esse lugar cheio de cultura.

Como chegar?

Bom, a estrada é de terra e bem ruim, muitas vezes só da pra passar com um carro, e com algumas subidas bem complicadas. Ou seja, vá preparado. O Vale do Amor ficar cerca de uns 40 minutos do centro de Pterópolis.

santuário vale do amor

Mais detalhes desse cantinho e da minha viagem a Petrópolis, AQUI.

 INFORMAÇÕES EXTRAS:
Endereço: Estrada do Mata Cavalo, s/n – Fazenda Inglesa – Petrópolis
Horário de funcionamento: das 8h às 17h
Entrada: R$ 10,00 por pessoa (em dinheiro – não há máquina de cartão)
Não é permitida a entrada de animais de estimação
– Possui cantina (apenas domingos e feriados)

Até a próxima!

Rio de Janeiro: 8 passeios gratuitos para você fazer

Rio de Janeiro, tá aí uma cidade linda e cheia de coisas 0800 pra vocês, infinitos lugares pra visitar e diversas paisagens para apreciar.  Eu amo essa cidade e nenhuma outra no mundo me representaria tanto e me faria sentir tanta sintonia. O Rio é caloroso, alegre, cheio de gente linda. Então se você é daqui e não fez nenhuma dessas coisas, passe a fazer, vai por mim. É um privilégio e tanto! E você que está vindo pra cá, faça. Listei as 8 coisas que mais amo fazer e achei justa dividir com vocês. Lembrando que optei por passeios ao ar livre e sem custo, porque inicio de ano a gente só quer economizar haha. Mas o post de passeios pagos sairão em breve. Prometo!

Leia também: Búzios: O que fazer? Onde ficar? Vale apena?
  • Ande de bicicleta ou patins pela orla da praia

Uma das coisas que mais amo fazer na cidade. É tão relaxante! Se você não tem uma não se preocupe, só usar uma bike do Itaú, você pode contratar o plano mensal por 10 reais ou pagar 5 reais a diária. Ando sempre pela orla da praia, beirando Arpoador, Leblon, Ipanema, enfim. Só apreciar a paisagem. E além de bike, você também pode andar de patins ou  skate, o importante é se exercitar, rs.

  • Vá a Vista Chinesa

A Vista Chinesa fica no bairro do Alto da Boa Vista, aqui no Rio de Janeiro. É um ponto turístico lindo e de graça, rs. Tem coisa melhor? É um mirante estilo chinês, localizado dentro da Floresta da Tijuca. A  vista é linda é pra ir andando é meio longe, sugiro que você vá de carro. Vale muito apena. O dia que fui tava meio nublado, mas nem isso ofuscou a beleza das paisagens.

  • Contemple o pôr-do-sol no Arpoador

Outra coisa que amo muito é ver o pôr-do-sol, já vi vários no Rio, mas o mais lindo é sem dúvidas o da Pedra do Arpoador. Tem a praia e mais pra dentro tem um caminho que dá para as pedras. A vista é incrível! Lá no meu instagram no destaque “cariocando” eu mostro meu dia-a-dia de rolês pela cidade maravilhosa (ou nem tanto assim, rs), tem vídeos e mais fotos desse dia. Me segue lá!

  • Se divirta na Lapa

Se você é daquelas ou daqueles que ama uma farra, um pagode, gente animada e calorosa, se você gosta de comida de boteco, você precisa conhecer os Arcos da Lapa, a cidade tem um clima muito carioca, com vida noturna bem agitada. Tem bares, boates e até shows. Além de ficar próximo do Circo Voador e e Fundição Progresso. Dois espaços de festa bem conhecidos na cidade.

  • Dê um pulo no Mirante do Leblon

Já fui algumas vezes, numa delas fui de bike, vim andando pela orla da praia, e subi sentido o mirante do Leblon, bem tranquilo. A vista é maravilhosa também. Infelizmente nos dias que fui o tempo não estava tão bom, mas ainda assim nem preciso falar da paisagem né!? Dá pra ver boa parte da Zona Sul do Rio de Janeiro. Quero muito ir num dia de bastante sol, tomar meu suquinho e só apreciar essa obra de arte. Pra quem não tem carro dá pra ir de metrô e andar uns 15 minutinhos. Sem perrengue!

  • Conheça a Praça Mauá

A Praça Mauá fica na Zona Portuária no Rio de Janeiro, lá tem o Museu do Amanhã e aqueles grafites lindos que ficaram super conhecidos nas Olimpíadas de 2016.  Além de também estar lá p Boulevard Olímpico. No local tem várias feirinhas, as vezes música ao vivo, eventos e muitos food trucks e comidas gostosas. Você realmente precisa conhecer. Também é super fácil de chegar. Mais informações dobre endereço no SITE.

  • Vá a praia e se delicie

E por último o que mais amo e sempre faço quando tenho um tempinho e está fazendo aquele solzão lindo, é ir a praia. Melhor coisa da vida! O Rio é repleto de praias lindas, além de muitas serem de fácil acesso. Minha predileta é Leblon e Prainha (já é mais difícil de chegar), mas ainda tem Copacabana, Arpoador, Leme, Urca, Ipanema. Enfim, o que não falta é praia pra você ir. Permita-se ver um pôr-do-sol num fim de tarde, ver a galera sorrindo e feliz jogando um futevôlei ou tomar uma água de coco e perder a hora olhando o mar.

Curtiu as fotos? Aproveita e me segue lá no pinterest, tem essas e muitas outras fotos por lá pra você se inspirar.

Aquelas coisas simples que enchem nosso coração de paz e sossego. Gostaram do post e das dicas? Me conta qual seu lugar predileto aqui no Rio de Janeiro. Vou adorar saber.

Até a próxima!

Penedo: O que fazer em um fim de semana na cidade?

Penedo, um destino romântico e aventureiro, muito escolhido pelos casais apaixonados. Eu já conhecia Penedo, porém meu namorado não. Então decidimos comemorar nosso aniversário de um ano de namoro na cidade. Moramos no Rio de Janeiro, relativamente perto, então fica tranquilo fazer aquele bate e volta num fim de semana. Levamos cerca de 1:30h para chegar. Apesar de já ter ido várias vezes a cidade, nunca havia me hospedado por lá. Sempre foram passeios rápidos de um dia, dessa vez consegui aproveitar mais.

Onde se hospedar em Penedo?

Quem me acompanha aqui viu que em Julho fiz minha primeira viagem internacional, e o destino escolhido foi a Bolívia. Veja os posts aqui!  E ela não teve muito luxo, optei por ficar em hostel. Então agora para Penedo queria algo com mais conforto mesmo, até porque seria uma viagem para comemorar uma data especial, e eu blogueira que sou, escolhi o Hotel Rio Penedo, uma hotel bem fofo e fotogravável,

Encontrei o anúncio pelo booking e pagamos 518 reais. Achei um bom valor, lembrando que era um quarto pra duas pessoas, com ar-condicionado, café da manhã bem servido, piscina, jacuzzi, wi-fi, além de se localizar cerca de 10 minutos andando do centro de Penedo. Ótima opção para quem viaja de ônibus. Amei o hotel e super recomendo.

Serrinha do Alambari e suas belezas naturais!

Além do clima romântico de frio, cervejinha e fondue, Penedo fica em Itatiaia, a caminho de Visconde de Mauá, ou seja, o local é repleto de cachoeiras. Uma mais linda que a outra. Optamos por conhecer o Poço das Esmeraldas (o das fotos abaixo) e vários outros que ficavam na mesma trilha. Pagamos R$13,00 reais para entrar. Funciona como uma taxa de conservação ambiental. A trilha leva cerca de 30 minutos, é bem tranquila, não é íngreme sabe?! Só é bem escorregadia e quando fomos ainda havia chovido.

Nesse local rola um camping muito legal, com trailers, barracas. Ótimo pra quem quer economizar. Da nossa pousada até o Parque Nacional de Itatiaia, que é onde ficam as cachoeiras da região, levamos cerca de 35 minutos. Colocamos o endereço no wase e foi bem tranquilo de chegar. Vocês também podem conhecer a cachoeira Véu da Noiva e do Dinossauro, fica no mesmo caminho dessa que fomos, porém subindo um pouco mais a serrinha. Nela você paga R$35,00. Sim, salgado. Mas falaram que vale a pena.

Além dessas opções também tem passeios de buggy, que custa em média R$120,00 por casal, toda pousada costuma de flyer de agências de passeio da região, e também passeio a cavalo.

serrinha do alambari penedo
Serrinha do Alambari – Poço das Esmeraldas

Onde comer na cidade?

A cidade não é barata, justamente por ser uma cidade turística, principalmente para casais, mas ainda assim você consegue encontrar preços mais em conta. A noite quando chegamos fomos a Casa do Fritz, ótimo pra quem adoro beber. No dia seguinte no almoço, fomos num restaurante bem simples Cremes & Sabores, anotem aí. Um prato executivo, muito bem servido, com arroz, batata-frita, filé de peixe, salada, feijão e farofa em guarnições a parte, por 21 reais. Valeu muito apena. O sabor era ótimo.

A noite optamos por um restaurante mais sofisticado, justamente por conta data especial, Jardim Secreto o nome. Amei! Pedimos esses pratos abaixo. Como não estávamos com muita fome, pulamos a entrada e fomos direto para o prato principal. O prato mais barato custa R$59,90 se não me engano, indo até uns R$89,00. O restaurante realmente se localiza num lugar secreto. Bem intimista, no meio do mato, todo de vidro, com direto a vela na mesa. Muito romantismo, gente! De fato não é um restaurante barato, mas se você pode e quer algo pra impressionar, eu recomendo.

Outros lugares: Yanuq Sushi Lounge, Korvapuusti, Costa Pizzaria, Restaurante Bucanero e Restaurante Brasileiro Gaúcho.

Restaurante Jardim Secreto Penedo
Restaurante Jardim Secreto

Você têm que conhecer a Pequena Finlândia!

Sem dúvida, esse é o lugar mais famoso da cidade. Bom, eu não falei a cima, mas Penedo é bem pequena, então uma noite no centro da cidade você conhece tudo. A Pequena Finlândia, funciona como uma vila, um espaço repleto de casinhas fofas e fotografáveis. Com fábricas de chocolates, doces caseiros, artesanatos e a famosa casa do Papai Noel. No Natal é quando a cidade tem mais movimentação de turistas. Fica tudo lindo, as crianças amam! Esqueci de fotografar por dentro, mas é só jogarem no google que vão ver como é tudo muito bonito. Fica aberta de segunda à sexta das 10h às 21h e de sábado a domingo das 10 às 22h.

Ah, e tem também o Museu Finlândes Dona Eva, que eu não conheço, mas estava no meu roteiro. Se você já foi aproveita pra me contar. O ingresso custa R$10,00.

Pequena Finlândia Penedo
Pequena Finlândia

Leia mais posts relacionados a viagens aqui!

Até a próxima!

Pin It